A consciencialização ambiental na China

por Cristina
0 comentário

A China é conhecida por ser uma das maiores potências industriais e por isso também um dos países que mais contribui para a pegada ecológica a nível mundial.

O crescimento industrial das últimas décadas está neste momento a colocar em risco a economia e a sociedade chinesa. Tendo consciência desse impacto o governo chinês vem agora declarar guerra contra a poluição atmosférica e introduziu um número de iniciativas “verdes”.

Deixo-vos as mais importantes:

  • Menos carvão: estão a ser tomadas medidas para desmantelar as centrais elétricas a carvão, reduzindo os níveis de emissões de partículas perigosas para a atmosfera. Já são sentidas melhorias na qualidade do ar e os cidadãos de grandes cidades já notam menos dias com o famoso “smog”;
  • Alterações regulamentares: o que era assegurado por diferentes ministérios e entidades foi centralizado, tornando as responsabilidades mais claras e mais fácil de controlar;
  • Fundo para um futuro mais verde: esta transição energética tem um custo, por isso está a ser formado um fundo, a partir de uma taxa ambiental, que permitirá também atrair investimento mais ecológico. Este fundo irá ainda elencar projetos de investimento em infraestruturas de transporte com maior consciencialização ambiental;
  • Zonas de desenvolvimento sustentável: Shenzhen, Guilin e Taiyuan são as 3 primeiras zonas com maior foco e onde já se notam os efeitos nas medidas implementadas (com necessidades e por isso medidas diferentes entre si);
  • Empresas tecnológicas como inovadores ecológicos: a par da industria pesada, a tecnologia também tem um impacto muito grande na economia chinesa, por isso as grandes empresas tecnológicas estão a investir nestas áreas e a dar um impulso às alterações climáticas na China. São bons exemplos da tecnologia aplicada à melhoria da qualidade ambiental.

O impacto que a China pode ter no nosso planeta é incalculável! Esperemos que este exemplo seja seguido por outras grandes potências mundiais.

—————————————————–/————————————————–

Esperemos bem que sim Cristina!

Deixa um comentário

* Ao submeter este formulário, concordo com o armazenamento destes dados, para este efeito, por este website.

Artigos Relacionados

Este website utiliza cookies para melhorar a tua experiência de navegação. Ok Ler Mais