A nova cara do complexo prisional de Bijlmerbajes: Bajes Kwartier

por Susana Lucas
0 comentário

Li esta semana um artigo sobre um antigo complexo prisional que está a ser reconstruído em Amesterdão. Das muitas curiosidades e peripécias que o artigo referia quero destacar o facto de ser maioritariamente construída com materiais recicláveis e energeticamente independente.

O conceito de “ilha” do complexo será mantido e serão reutilizados os materiais da construção inicial. Por exemplo, algumas paredes pré-fabricadas originais serão utilizadas como revestimento dos edifícios residenciais e as portas das celas prisionais serão utilizadas como painéis laterais das pontes pedonais.

O Bajes Kwartier reduzirá a utilização de carros próprios ao mínimo e estará focado em proporcionar a melhor experiência aos peões e ciclistas.

Os edifícios serão energeticamente neutros, com produção renovável através da conjugação do solar, vento e biomassa e a engenharia do complexo estará focada no isolamento e na poupança energética.

Este complexo será maioritariamente para habitação, incluindo condomínios de luxo e 30% serão reservados para habitação a preços controlados. Terá uma “green tower” que será um parque vertical com hortas urbanas e ainda um centro artístico. 

Este projeto estará concluído em 2018. Quando será possível fazer isto em Portugal?

————————————————————–/——————————————————————————-

Começa a ser recorrente na Europa existiram exemplos de Edifícios ou complexos como este que a Cristina apresenta. Esperamos que seja também uma tendência nacional para breve.

Da minha parte na Engenharia e Construção abordo o tema da Eficiência Hídrica.

Comentem!

 

Deixa um comentário

* Ao submeter este formulário, concordo com o armazenamento destes dados, para este efeito, por este website.

Artigos Relacionados

Este website utiliza cookies para melhorar a tua experiência de navegação. Ok Ler Mais