Abriram-se janelas para um futuro mais Sustentável

por Susana Lucas
0 comentário

Uma entrevista muito interessante que recomendo vivamente que leiam e de uma mulher que tantos nos prestigia, sobre o que mudou e como podemos ver o futuro, foi para a Valor Magazine, podendo ter acesso por este link.

O que gostava de transcrever parte da entrevista, dado que estamos no final de um ano que alterou toda a nossa forma de estar, de conviver e perspetivar o futuro, contudo podemos ver o lado “positivo” deste desafio que todos tivemos.

Qualquer tipo de desenvolvimento sustentável deve ser construído com base no desenvolvimento de materiais e tecnologias sustentáveis. Os materiais estão e fazem parte do nosso ecossistema e até dentro de nós! Esta estratégia não pode ser implementada sem levar em conta simultaneamente os três desafios interdependentes:

  • economia circular e relevância das localizações das fontes das cadeias de fornecimento de matérias primas, produtos e tecnologias;
  • saúde e proteção das pessoas contra outras pandemias, promover a agricultura e conter o desperdício alimentar; promover a energia eficiente e sustentável; reduzir a pegada do carbono e proteger o ambiente;
  • promover a vivência em comunidade, onde se deve atender às condições de trabalho, promover a segurança, as comunicações, os transportes eficientes e a educação pluri e multi-disciplinares, e não a de guetos ou de ilhas isoladas. (…)

(…) É neste sentido que penso que os nossos grandes desafios terão a ver com o sabermos prevenir, que implica desenvolvermos ferramentas de diagnóstico inteligentes que sejam capazes de detetar e monitorar vírus e bactérias, de forma simples e eficiente; termos interfaces de comunicação, flexíveis e conformáveis, fáceis de reciclar e energeticamente autossustentáveis, o que significa desenvolvermos toda uma tecnologia que se baseie em métodos que usem materiais abundantes, fáceis de reciclar, impactando positivamente na chamada economia circular. Estes serão claramente alguns dos grandes desafios que a ciência e tecnologia terão de dar resposta assertiva. Se assim o fizermos, tenho a certeza que a janela que se abre será de grandes oportunidades para mudarmos para melhor e melhor sabermos satisfazer os desejos dos cidadãos que buscam um melhor conforto e bem-estar.

Deixa um comentário

* Ao submeter este formulário, concordo com o armazenamento destes dados, para este efeito, por este website.

Artigos Relacionados

Este website utiliza cookies para melhorar a tua experiência de navegação. Ok Ler Mais