Arquitectura e Tecnologia – 1 Processo Criativo

por Milene Silva
0 comentário

Fui desafiada pela minha amiga Susana para escrever sobre Arquitectura e Tecnologia. Gostei de imediato da ideia mas confesso que sinto-me mais à vontade em desenhar do que propriamente em escrever. Medos à parte, desafio aceite. Mãos à obra!

Espero vir aqui contribuir com ideias e conhecimento ao falar sobre Arquitectura, na procura de novas formas de expressão e construção tendo em conta a Sustentabilidade, e sobre Tecnologia, indissociável hoje da forma como projetamos, construirmos e vivermos os espaços que habitamos.

Hoje venho falar do processo criativo da Arquitectura.

A Arquitectura é na sua génese um processo criativo de transformação de ideias e emoções em espaços materializados pela forma do espaço, luz e materiais.

A Arquitectura deve dar respostas a necessidades concretas do cliente. O papel do Arquitecto será interpretar essas necessidades e traduzir o objetivo do projeto em materialização de ideiais e espaços, com base em pressupostos a cumprir, gostos e limitações do projeto. O ato de projetar é único, pois em cada implantação deverá ter-se em conta o lugar e a sua envolvente, a orientação solar, os ventos dominantes, a envolvente urbana e a sua história, materiais e recursos naturais disponíveis no local. A Arquitectura é uma disciplina que engloba um sem fim de preocupações, disciplinas e valências no mesmo processo criativo.

A tecnologia entrou no processo criativo e veio para ficar, com ferramentas como o CAD (Computer Aided Design), BIM (Building Information Modeling), Realidade Virtual, e agora a Realidade Aumentada, que se traduzem na otimização de processos, recursos e tempo, assim como num aumento de qualidade no resultado final da obra.

Deixa um comentário

* Ao submeter este formulário, concordo com o armazenamento destes dados, para este efeito, por este website.

Artigos Relacionados

Este website utiliza cookies para melhorar a tua experiência de navegação. Ok Ler Mais