Cidade dos 15 minutos

por Susana Lucas
0 comentário

Por estes dias deram-me a conhecer o conceito das Cidades dos 15 minutos, aliás foi a Kelly uma colega da UBI, que tive o enorme prazer de conhecer a partir da Elsa, aliás são 2 mulheres admiráveis. Fica aqui a minha satisfação no Dia da Mulher.

Existe então uma tendência de planear as cidades pelo raio de 15 minutos. Claro que os mesmos devem ter em conta os declives da cidade, pois com toda a certeza 15 minutos em Setúbal não será o mesmo na Covilhã.

A equação é feita a partir da habitação, local de emprego, comércio, espaços verdes e serviços estejam a menos de 15 minutos, a pé (ou transporte públicos), de distância. Ou seja, se planear as cidades em núcleos urbanos (talvez mesmo aldeias na cidade) em vez de potenciar a necessidade de deslocações.

Com toda a certeza algo a refletir, pois as regras de licenciamento têm de ser outras…

Deixa um comentário

* Ao submeter este formulário, concordo com o armazenamento destes dados, para este efeito, por este website.

Artigos Relacionados

Este website utiliza cookies para melhorar a tua experiência de navegação. Ok Ler Mais