Dia do Engenheiro Civil

por Susana Lucas
0 comentário

Parece que ontem foi o dia do Engenheiro Civil, pelo menos no Brasil… vi numa rede social. Contudo numa pesquisa rápida não consegui confirmar se o mesmo acontece em Portugal. Fiquei com pena. Passo a explicar.

Atualmente é uma profissão que está “em baixa”. Porquê? Talvez pela crise. Pela falta de obras (novas de grande dimensão) em Portugal. Ou por ter muitas matemáticas… podem existem muitas justificações.

Sei como Engenheira que todos devemos promover a nossa profissão. Por isso começo por responder às questões anteriores:

  • Crise: foi influenciada em especial pela diminuição significativa de obras de grandes dimensões. Contudo como em todas as profissões as nossas realidades profissionais vão-se alterado e nós temos que nos adaptar às novas condições.
  • Falta de Obras: Realmente a realidade no mercado Português está diferente. A grande quantidade de obras que existe são de reabilitação. A nível internacional, somos valorizados e é uma profissão que pode ser aplicada diretamente em qualquer país (por exemplo a advocacia já não é assim…).
  • Muitas matemáticas: Atualmente com os cursos pós-Bolonha as coisas são bem diferentes. São muito menos matemáticas. Contudo sendo uma Engenharia como qualquer outra a componente de cálculo ou dimensionamento é sempre necessária.

Por fim parece-me que o prestígio que existia pela profissão de Engenheiro, em especial de Civil, está diminuída, para o bem e para o mal.

Por isso deixo aqui o desafio à Ordem dos Engenheiros para definirem a nível nacional dias para as diferentes Engenharias, que exista palestras, visitas e outros eventos para mostrar a todos os Portugueses o quando é importante e necessária a profissão!

Deixa um comentário

* Ao submeter este formulário, concordo com o armazenamento destes dados, para este efeito, por este website.

Artigos Relacionados

Este website utiliza cookies para melhorar a tua experiência de navegação. Ok Ler Mais