Habitação multifamiliar, futuro das habitações nas cidades?

por Susana Lucas
2 comentários

Foi através de um artigo na revista Visão que tive conhecimento que este modelo de coabitação já chegou a Portugal, para além das repúblicas universitárias.

Eu já tinha visto um exemplo muito interessante em Berlim, já lá vão uns 8 anos, que gostava de partilhar. Era um lote de terreno em Berlin Leste, assim foi adquiridos pelos vários futuros proprietários das habitações. Efetuaram 2 edifícios no lote.

Além de ter todo o aquecimento, tanto ambiente como de água (a pellets e solar) e produção elétrica partilhada, tinham também um jardim comum, com instalações para crianças, como uma cozinha e churrasco para ser utilizado por todos.

Outra particularidade existia um apartamento que era apenas para as visitas do condomínio. Além disso cada divisória de cada habitação estava com pré-instalação de todas as redes de forma a poder ser utilizada em qualquer tipo de divisória, desde quarto, a cozinha ou casa de banho. Esta situação além de poder permitir diferentes usos das habitações, as mesmas, em termos de arquitetura de espaços, permitia que pudessem ser adquiridas pelo vizinho do lado, à divisória.

Por fim outra mais-valia deste condomínio é que tinha espaços de escritórios do rés-do-chão em que privilegiavam que fossem arrendados pelos condóminos.

Foi uma caso que visitei muito interessante, considero que este tipo de coliving pode ser utilizado cá em Portugal, até para as pessoas se socializarem mais e conhecerem os próprios vizinhos, que por vezes não conhecem.

Podemos mesmo extrapolar para condomínios de casas com perspetivas comuns de vida, forma de estar ou objetivos… que dizem?

Deixa um comentário

* Ao submeter este formulário, concordo com o armazenamento destes dados, para este efeito, por este website.

2 comentários

Avatar
Forex Review 7 de Maio, 2019 - 6:55

Implicacoes da expansao das habitacoes de interesse social no design do equipamento interno. Em: Workshop brasileiro de gestao do processo de projeto na construcao de edificios

Responder
Avatar
Susana 7 de Maio, 2019 - 18:53

Obrigado pela contribuição. Tudo de bom, Susana

Responder

Artigos Relacionados

Este website utiliza cookies para melhorar a tua experiência de navegação. Ok Ler Mais