Nova residência para os estudantes do ISEL

por Susana Lucas
0 comentário

Fico mesmo muito feliz quando verifico que cada vez mais temos mais exemplos de ser possível construir com neutralidade carbónica. Desta vez foi mesmo uma residência estudantil, no caso do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa, que está a iniciar um projeto de residência carbono zero, que se perspetiva entrar em funcionamento para o ano letivo 2025/2026, com um investimento de cerca de 7,51 milhões de Euros, para 200 camas além de 30 estúdios para docentes e investigadores.

Pretende que o espaço esteja inserido no Programa de Alojamento Estudantil a Custos Acessíveis, que será localizado em Marvila.

As medidas com vista ao carbono zero, passam por  com recurso a materiais de baixo impacto ambiental, autonomia energética e o excedente para a comunidade, espaços verdes, tanto interiores como exteriores, incluindo florestas verticais e espaços para agricultura também verticais, captação de águas pluviais e todo um sistema inteligente e integrado de monitorização e controlo digital dos espaços, não só em termos energéticos, como também da qualidade do ar, do consumo de água e da produção de resíduos.

Espero que seja um passo para cada vez mais esta ser a realidade!

Deixa um comentário

* Ao submeter este formulário, concordo com o armazenamento destes dados, para este efeito, por este website.

Este website utiliza cookies para melhorar a tua experiência de navegação. Ok Ler Mais