O Novo Paradigma das Casas Inteligentes

por Cristina
0 comentário

O conceito de edifício inteligente (residencial ou de serviços) está a ser fortemente impulsionado pelos modelos de negócio de autoconsumo. Por sua vez, a produção de energia elétrica para autoconsumo tem contribuído para o desenvolvimento de novas tecnologias para integração destes sistemas nos edifícios inteligentes existentes.

Deixo um esquema do potencial de aplicação dos sistemas em edifícios inteligentes.

A privacidade e segurança dos dados ainda é um entrave para muitos potenciais utilizadores, mas a maioria das marcas tem trabalhado para contrariar esta tendência.

O que não faltam são opções por onde começar.

—————————————————————/—————————————————————

As casas inteligentes podem ter as suas vantagens e desvantagens, terá que ser uma avaliação integrada. Contudo será sempre relevante a reflexão de soluções como a Cristina abordou.

Da minha parte hoje na Engenharia e Construção abordo a questão da Reabilitação na construção e o seu potencial de inovação.

Deixa um comentário

* Ao submeter este formulário, concordo com o armazenamento destes dados, para este efeito, por este website.

Artigos Relacionados

Este website utiliza cookies para melhorar a tua experiência de navegação. Ok Ler Mais