Reabilitação Térmica e Acústica de Edifícios

por Susana Lucas
0 comentário

Cada vez mais existe reabilitação de edifícios. Em parte é uma pena que só quando se chega a este nível de degradação se atue, contudo considero que é muito importante tempos uma visão de atuar sobre o edificado existente antes de efetuarmos novos edifícios.

O título é o nome de uma unidade curricular (UC) que tenho lecionado no mestrado de Conservação e Reabilitação do Edificado da ESTBarreiro/IPS.

Nesta UC existem aspetos que são abordados que considero fundamentais para uma efetiva reabilitação de edifícios: reabilitação térmica, reabilitação acústica e ventilação.

É talvez um dos aspetos que são mais necessários atuar no âmbito da reabilitação é a componente térmica, dado que usualmente é onde existe mais deficiências (por vezes até nos edifícios novos…). Por isso deve ser verificado como está o comportamento térmico do edifício e como se pode melhorar.

A acústica deve ter pelos menos duas vertentes de atuação: em relação ao exterior e entre divisória/pisos. Existe uma manifesta deficiência no isolamento acústico das habitações, em especial em apartamentos.

Por fim a ventilação. Deve ser um aspeto que deve e muito ser melhorado um vez que pode influenciar a própria degradação dos materiais bem como o conforto dos habitantes.

Quais os outros aspetos que consideras que também deviam ser tidos em conta?

Deixa um comentário

* Ao submeter este formulário, concordo com o armazenamento destes dados, para este efeito, por este website.

Artigos Relacionados

Este website utiliza cookies para melhorar a tua experiência de navegação. Ok Ler Mais