ARTICULAÇÃO ENTRE OS DESENVOLVIMENTOS CIENTÍFICOS E TECNOLÓGICOS E O GRAU DE INOVAÇÃO DE UM PROJETO DE I&D

por Susana Lucas
0 comentário

A partir da análise do estado da arte de um projeto de I&D deve-se ter uma perspetiva do que será necessário desenvolver. Pode mesmo não ser só uma. Assim se existirem várias hipóteses de desenvolvimento, deve ser efetuada uma síntese justificada da opção escolhida.

Devem igualmente ser separados os desenvolvimentos científicos e tecnológicos que se perspetivam e indicado o grau de inovação da solução apresentada. Existem diferentes graus de inovação, desde a incremental à radical, por isso será relevante justificar até onde se pretende ir.

Por inovação incremental entende-se a melhoria de produtos, serviços e processos existentes, através de exploração de tecnologias já dominadas (ANI). Pode consistir numa integração inovadora de tecnologias existentes.

A inovação radical pressupõe a exploração de novas tecnologias e a definição de novos standards na indústria.

De acordo com o Manual de Oslo (Publishing), uma inovação radical tem o potencial de transformar um mercado ou criar novos mercados e indústrias. No entanto, este tipo de inovação é raro.

Deverão ser identificadas as vantagens competitivas da solução proposta e os benefícios expectáveis.

A título de exemplo, avaliam-se dois projetos da área da engenharia química/civil para se concluir sobre se apresentam ou não um adequado desenvolvimento científico e tecnológico e respetivo grau de inovação.

 

Projeto com desenvolvimento científico e tecnológico- Projeto S1

O projeto S1 apresenta um grau de inovação incremental, com base no desenvolvimento científico e tecnológico de criação de novo conhecimento, uma vez que se pretende desenvolver novos produtos com base na informação do existente.

 

Projeto com um insuficiente desenvolvimento científico e tecnológico – Projeto N1

No projeto N1 a descrição fornecida não foi suficiente para avaliar o desenvolvimento científico e tecnológico que se perspetiva. Parece-me que a solução proposta se baseia numa nova combinação dos conhecimentos já existentes. Na tabela onde é pedido para identificar as características inovadores da solução proposta foi colocada informação muito genérica como “matérias-primas com potencial aplicação na formulação de novas misturas filtrantes”. Considera-se não apresentar uma característica inovadora.

João & Susana

Referências

2020, P. (s.d.). Referencial de Mérito do Projeto, Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (SI I&DT).

ANI. (s.d.). Ficha de Avaliação de Projeto.

Publishing, O. (s.d.). Oslo Manual: The measurement of scientific and technological activities, OECD Publishing.

Deixa um comentário

* Ao submeter este formulário, concordo com o armazenamento destes dados, para este efeito, por este website.

Artigos Relacionados

Este website utiliza cookies para melhorar a tua experiência de navegação. Ok Ler Mais